domingo, 6 de dezembro de 2015

EFEMÉRIDES NAVAIS

( A canhoneira Limpopo)

6 de Dezembro de 1904, a Rússia estava em guerra com o Japão. A canhoneira Limpopo, sob o comando do Ten. Silva Pereira, estava fundeada na Baía dos Tigres. Entretanto uma esquadra russa fundeia em plena baía, à vista do navio português. O Ten. Silva Pereira uniformiza-se de espada e vai apresentar cumprimentos ao almirante russo. Ao acabar a apresentação dos cumprimentos, o Ten. Silva Pereira informa o Alm. russo que estando a sua esquadra fundeada em águas territoriais portuguesas, teria que ao fim de 24 horas largar para alto mar saindo do território português. O Alm. russo não gostou da imposição do oficial português, tendo havido uma pequena discussão que terminou com a saída do Ten. Silva Pereira que deixou no ar a ameaça do uso da força.
Passado pouco tempo foi um oficial russo a bordo da Limpopo para retribuir cumprimentos e informar que o seu almirante iria cumprir o determinado pelo Comandante da Limpopo.
E assim aconteceu, cumprindo-se as normas do direito internacional. 

1 comentário:

O J.N.Barbosa disse...

Se fosse hoje este comandante era pendurado. O ministro da Defesa mandava-o destituir, os jornais diriam que era uma interferência militar num caso que não era da sua competência e acabava tudo com um pedido de desculpas à Rússia.