sexta-feira, 1 de janeiro de 2016

ÚLTIMA VIAGEM DE INSTRUÇÃO

(O fogo de artifício no Funchal)

A 1 de Janeiro de 1966, por volta das 1000 horas e depois de uma noite fantástica, os OCeanos embarcados na Diogo Cão e Corte Real dizem adeus ao Funchal e retomam as suas actividades navais, navegando rumo às águas do Continente, com mar bonanceiro, permitindo o recarregar de baterias.

3 comentários:

O Nunes da Cruz disse...

E assim se fechava o ciclo académico do OC. Depois, a dispersão física, cada um seguindo a carreira que tinha escolhido, com o entusiasmo e ilusões da juventude, com a força (sentida) para mudar o mundo, com uma vida à sua frente que não tinha nada por limite, nem material nem temporal.
E eis que passado mais de meio século, alguns já partiram para outras paragens e os outros olham para trás com a tranquilidade de quem fez o melhor que podia e sabia e sorriem da ingenuidade daqueles jovens que regressavam a Lisboa depois de um fim de ano memorável.
Teremos conseguido deixar aos nossos filhos um país melhor do que aquele que herdámos dos nossos pais? É uma pergunta de resposta difícil e muito provavelmente não consensual. Que tenhamos porém a consciência de o termos tentado.
E, como bem sabemos, "o passado não é o que passa, é o que vai ficando". Ora muita coisa ficou: a camaradagem, a amizade, a solidariedade, a memória dos que já lá vão.
Felizes dos que sentem que valeu a pena! Desejo vivamente que sejamos todos, e para esses todos, o 1º grande abraço de 2016.

O A.R.Costa disse...

Subscrevo o comentário cheio de oportunidade do JNC, incluindo o abraço para todos!

O speedy disse...

Atenção que só chegaremos à BNL a 10 de Janeiro, até lá continua a instrução no mar.