segunda-feira, 21 de novembro de 2016

José Alberto Nunes da Cruz


 
Esta é uma das melhores formas que hoje me ocorre para saudar pelo seu 73º aniversário, aquele que é o nosso timoneiro desde há 54 anos e que, nesta regata de barcos rabelos com a ponte da Arrábida ao fundo, se destaca de amarelo à frente do colorido pelotão e se afirma como um verdadeiro condottieri náutico.
Sabendo-o oriundo do sotavento algarvio, não lhe conhecia este tão forte enraizamento ao Douro, aos barcos rabelos e ao vinho do Porto, ao ponto de ter criado a sua própria marca do famoso néctar.
Realmente, estamos sempre a aprender!

2 comentários:

O Nunes da Cruz disse...

Caro Adelino:
E eu que julgava este segredo tão bem guardado! Tão bem que nem eu sabia...
Obrigado pela tua (habitual e permanente) atenção.
Um grande abraço.
JNC

O Luís Silva Nunes disse...

Com tanta pingoleta espero que o timoneiro não tenha que soprar no balão.