quarta-feira, 21 de dezembro de 2016

Doca flutuante


Na sequência de uma conversa à mesa com o Beirão Reis na última segunda-feira, aqui vai uma fotografia que vi por acaso, onde se vê a doca flutuante dos antigos submarinos a ser usada com navios de superfície, no caso vertente um patrulha da classe Tejo (comprimento 54 metros). Suspenso do guindaste está um motor da NRP Corte Real, que está atracado ao cais do Arsenal.

Ninguém comentou esta onda