domingo, 9 de dezembro de 2007

Volta ao passado


Foi ontem anunciado pelo Ministro da Defesa russo que uma esquadra, incluindo um porta-aviões, se dirige ao Mediterrâneo, pois é intenção da Rússia retomar a presença naval nas regiões estrategicamente importantes nos mares do globo. Voltamos então à guerra fria?

A Rússia está agora empenhada na renovação do seu potencial militar, com prioridade para as forças estratégicas. O seu orçamento de defesa quadruplicou entre 2000 e 2007.

3 comentários:

O FdaPonte disse...

Será que Kosovo "is the name of the game"?

O Manel disse...

A NATO , naturalmente , que estará a fazer contas...
Consta que vão pedir o parecer ao Dr. Cadilhe sobre os submarinos e ao Dr. Judice sobre as forças a empregar no surveillance!!!!
E ao Dr. Amado , claro , esse fantastico Ministro dos reformados das Forças Armadas

O FdaPonte disse...

A projecção do poder militar, desde Lao Tse a Clausewitz assim o afirmam, é um passo fundamental para a real projecção de poder de um país.
Afonso de Albuquerque, Gama e Francisco de Almeida fizeram isso, seguindo ainda o pensamento estratégico do grande João II.
Putin sabe isso e a Europa e o inefável Bush deram-lhe todas as chances.
A ver vamos, como dirá o cego, na sua conversa com o surdo!