terça-feira, 18 de setembro de 2012

Pedra sobre pedra

Paulatinamente, o titular do ministério que se diz da Defesa Nacional, vai destruindo tudo que encontra. Quando não ataca de frente, usa a estratégia indirecta. Com o Colégio Militar, não o fechando por decreto, vai fazer uma reforma que o vai minar por dentro, transforma-o num travesti, provocando o seu fim. No IASFA, um orgão alvo da sanha destes cérebros que nos governam, alterou a composição da  direcção de modo a correr com os dois vogais militares e meter lá um civil! Maravilha! Quem será o boy? Já tinha metido um civil na direcção do Hospital das FA.
Há aqui um padrão de comportamento que prefigura a estratégia indirecta para atingir os seus fins. Não ficará pedra sobre pedra se não pararem este individuo.

Ninguém comentou esta onda