terça-feira, 13 de novembro de 2018

Almoço OC (12Nov2018)

Compareceram a este almoço de S. Martinho atrasado 14 OCeanos. Inaugurou-se uma modalidade  ("self service/buffet") com aperitivos salgados, bacalhau com broa e perna de borrego com batatinhas assadas. Ainda com o S. Martinho no horizonte não faltaram as castanhas, a água-pé e a jeropiga.
Mas o melhor foi o regresso às actividades OCeânicas do VLR, devidamente assinalado, após uma prolongada ausência.



a) Para ampliar, "clicar" nas imagens;
b) Para aceder às imagens individualizadas e transferíveis podem seguir esta ligação.

OCEANOS


Nasce a 13 de Novembro de 1942, tendo ingressado na Escola Naval em 1961, no entanto em Setembro de 1962 recebe guia de marcha para a guarnição dos OCeanos,  refiro-me ao Hipólito Caroço.
Um bom Camarada e Amigo soube granjear a admiração de todos que conviveram com ele na Marinha. De espírito irónico e com uma piada sempre pronta a disparar. Agora que se retirou das lides navais, emigrou mais para Sul e pouco aparece pela capital. Não te esqueças de aparecer pelos almoços OCeanicos que se realizam mensalmente, curiosamente hoje vai decorrer uma dessas fainas.
Que tenhas um óptimo aniversário e que o repitas por muitas vezes.
Um Abraço.

segunda-feira, 12 de novembro de 2018

OCEANOS



Há 53 anos, 12 de Novembro de 1965, realizou-se o tradicional baile de finalistas da Escola Naval, desta vez do Curso Oliveira e Carmo, o nosso curso.
OCeanos acompanhados das suas namoradas, futuras ex-namoradas tiveram uma noite inesquecível.


domingo, 11 de novembro de 2018

1918 - 2018

Assisti hoje às comemorações do centenário do Armistício em Paris. Foi dado em directo por várias televisões estrangeiras. Em Portugal não, como de costume, estavam ocupados com a convenção do Bloco de Esquerda. O programa foi muito bem orquestrado e abrilhantado com a presença de 70 chefes de estado que seguiram um programa comum. Todos? Não, sr Tump vinha separado e muito chateado com a chuva, com o Bolero de Ravel e com o discurso de Macron, que não era ao jeito dele. O Putin também chegou atrasado. Vale a pena ler o discurso de Macron que é de uma enorme actualidade. De assinalar o envolvimento das novas gerações, estudantes e estrangeiros de todos os países intervenientes na coreografia das cerimónias. Macron marcou uns pontos lá em casa, que bem precisa.

sexta-feira, 9 de novembro de 2018

Memórias do Juramento de Bandeira do "OC"








OCEANOS


Há 53 anos, 9 de Novembro de 1965, celebrou-se a Ratificação do Juramento de Bandeira do Curso Oliveira e Carmo, o nosso curso.

OCEANOS


9 de Novembro de 1945, nasce o mais novo OCeano, o Alves Correia, conhecido entre nós por “JOTA”.
Jovem esforçado, com grande força de vontade. Camarada e Amigo. Sempre pronto para desenrascar qualquer percalço, como aquele em que um dia transformou um calorífero a petróleo num a gasolina, e o espectáculo em casa foi bonito. Tempos que já lá vão.
Que tenhas um rico dia de aniversário com todos os teus e que o repitas por muitas vezes.
Um Abraço

quarta-feira, 7 de novembro de 2018

PREGUIÇA


Houve celebra-se o Dia Interncional da Preguiça. Dia de não fazer nada, só ócio.
Toca a descansar.

terça-feira, 6 de novembro de 2018

Lançamento de livro

É já no dia 12 deste mês. 


Marquem esta data no vosso planeamento!

segunda-feira, 5 de novembro de 2018

V/ Alm João Pires Neves


 Em sessão adequada à efeméride, presidida pelo Prof. Adriano Moreira, tomou hoje posse na Academia Internacional de Cultura Portuguesa, como Membro Efectivo, o OCeano João Pires Neves.
Na circunstância brindou os presentes com uma excelente abordagem sobre o tema "Poder naval e o papel das marinhas no século XXI", tema que tem sido alvo da sua atenção e trabalhos nos últimos anos.
Entre a numerosa assistência, encontrava-se  um razoável numero de Oceanos que não quiseram deixar de transmitir ao seu camarada de curso a sua satisfação pelo acontecimento.

AOS QUE SERVIRAM NAS CORVETAS NO MAR DOS AÇORES


Na cidade de Ponta Delgada, na avenida Infante D. Henrique e à entrada do Forte de S. Brás, encontra-se um memorial que reza o seguinte:

 Homenagem da Câmara Municipal de Ponta Delgada a todas as mulheres e homens da Marinha
que serviram nas corvetas das classes João Coutinho e  Baptista de Andrade
desde a primeira comissão nos Açores em Novembro de 1975.
Ponta Delgada, base Principal das Corvetas nos Açores em 8 de setembro de 2017

Uma vez que tantos de nós embarcamos nas corvetas em comissões nos Açores e fazemos parte deste extenso grupo de homenageados, aqui fica assinalado o seu devido registo.

OCEANOS


5 de Novembro de 1944 nasce o futuro OCeano Espada Pratas. Entrou para a E. Naval em 1962 para o O. C., tendo ingressado na classe do óleo. As suas "tiradas" são bem características.
Acabada a sua vida Naval entrou pelo Alentejo dentro e agora se quer navegar enche a banheira e brinca com os barquinhos. É pena não aparecer aos almoços OCeânicos.
Que tenhas um Aniversário porreiro no meio de todos os teus e que o possas repetir por muitas vezes com saúde
Um Abraço.

domingo, 4 de novembro de 2018

Turismo

Tenho andado ocupado a fazer de guia turístico de umas visitas do outro lado do Atlântico. Ontem tentei, digo bem, tentei (porque não consegui) ir mostrar os Jerónimos e a Torre de Belém. Como ninguém teve paciência para esperar horas nas filas, as visitas ficaram para outra ocasião ... e fui bem cedinho, cheguei lá antes das dez. Só deu para comer um pastel de Belém e com muita dificuldade. 



E isto em Novembro. Como terá sido em Julho e Agosto? Para onde vamos com este turismo exarcebado? 

OCEANOS


Foi a 4 de Outubro de 1944 que nasceu o futuro OCeano Jaime Montalvão e Silva. Oficial com uma carreira brilhante, sempre com a sua modéstia e bom Camarada e Amigo. Ultimamente tem atravessado algumas borrascas, aguentando-as com o mar pela amura.
Que tenhas um feliz dia de aniversário junto com os teus e que o possas repetir por muitas vezes com uma saúde satisfatória e a boa disposição do costume.
Um grande Abraço.

sábado, 3 de novembro de 2018

LAIKA


No Dia 3 de Novembro de 1957 foi lançado para o espaço o satélite “Sputnik 2” , pela então URSS. Foi o segundo satélite artificial e transportava a cadela Laika que foi o primeiro animal terrestre a entrar em órbita.