terça-feira, 21 de novembro de 2017

José Alberto Nunes da Cruz


Embora eu venha sofrendo de falta de criatividade e de imaginação, deixo aqui um cartão de felicitações ao JNC pelo seu 74º aniversário. É o meu testemunho de amizade e de gratidão pela forma impecável como tem conduzido o nosso rebanho OCeânico ao longo de tantos anos e em tão diferentes circunstâncias. É um grande timoneiro.
Merecia mais do que este cartão? Certamente que sim!

OCEANOS


Nasceu a 21 de Novembro de 1943. Desde cedo conheceu a disciplina militar e em 1962 ingressou na E. Naval tornando-se o Chefe de Curso dos OCeanos, o seu "Penico".
Grande em tudo desde o comprimento à paciência com que tem aturado todas as irreverências dos OCeanos, Camarada e Amigo de todos que lhe têem uma estima muito grande.
Que tenhas um feliz aniversário com os teus e que continues assim por muitos mais anos.
Um grande Abtraço.

segunda-feira, 20 de novembro de 2017

Histórias de guerra e mar - 1: Até tinha razão

Nos últimos anos da década de sessenta do século passado foi decidido pelos comandos militares em Moçambique integrar nas forças especiais portuguesas antigos caçadores europeus, tendo como principal motivo a convicção que eles teriam grande experiência do mato bem como conhecimento das línguas locais. E se um ou dois foram realmente elementos de grande valia, a maior parte nada acrescentou de valor operacional.
E foi assim que certo dia se apresentou em Metangula, província do Niassa, o senhor Pistakini a fim de integrar o DFE que aí actuava.
O senhor Pistakini parecia um elemento saído de um filme tipo "The Great White Hunter". Era de estatura média, atarracado, barba cerrada, grande chapéu de abas largas e com fama de grande apreciador de bebidas alcoólicas.
E chegou o dia em que seguiram para uma operação. A meio do percurso descobriu-se que o sr. Pistakini tinha os cantis cheios de, em vez de água,  ...... vinho tinto! Perante isto, o Comandante do DFE, pessoa de feitio afável e conciliador, dirigiu-se a ele e disse: "Sabe, sr. Pistakini, nós não deixamos o pessoal trazer álcool para o mato... O sr. Pistakini virou-se para o Comandante e, candidamente, respondeu: "Tem muita razão, sr. Comandante, mas sabe, eu custa-me tanto comer o chouriço da ração de combate com água"
Realmente era desagradável.

domingo, 19 de novembro de 2017

OCEANOS


Recordemos dois OCeanos que o tempo os levou.
O "Joel" Sousa Pinto que nasceu a 18 de Novembro de 1942, tendo destacado para os OCeanos em 1962. Cheio de humor foi ele que criou a sua própria alcunha. Faleceu em 31 de Agosto de 1992.
O Santos Roque , nascido a 19 de Novembro de 1944, tendo falecido bastante novo, em 31 de Outubro de 1987. O Roque que tinha como "hoby" o hipnotismo.
Ambos dois OCeanos de boa cepa e que nos deixaram cedo.
Que descansem em paz que estão presentes na nossa memória.

sexta-feira, 17 de novembro de 2017

José Manuel Braz Mimoso


 
Como homenagem ao JBM no dia do seu aniversário, aqui lhe apresento uma amostra do seu universo empresarial, tão diversificado internacional como sectorialmente, na qual se destacam os valores do empreendedorismo, inovação, tecnologia, investimento e a aposta em novos produtos. JBM é mesmo uma marca de primeira. É de confiança!

OCEANOS


Comemora hoje os seus 73 anos o Zé Manel. Nascido a 17 de Novembro de 1944, ingressa na E. Naval em 1962 como OCeano o Braz Mimoso. Exemplo de optimismo e de bom humor, quando vem a borrasca dá a amura à vaga e prossegue a rota até bom porto. Para ele todo o mar é bonançoso e por isso aguenta tudo. Grande Camarada e Amigo granjeou sempre a admiração de todos.
Que passes um bom aniversário e que continues assim a viver por muitos mais anos.
É sentida a tua falta nos repastos Oceânicos.
Um Grande Abraço.

quinta-feira, 16 de novembro de 2017

PORTUGAL E O MAR


Hoje celebra-se o Dia Nacional do Mar. Lá se vão ouvir lindas palavras sobre as potencialidades do nosso mar, que o mar é o nosso futuro etc.
De notar que Portugal só foi Grande quando se virou para o mar, tendo-se tornado uma potência marítima.
Infelizmente os sucessivos governos desta república não têem investido no mar; veja-se o estado das nossas Marinhas de Guerra, Mercante e de Pesca.

OCEANOS


Recordamos aqui dois OCeanos que já partiram. O Loureiro de Sousa, nascido a 16 de Novembro de 1944, com a sua voz característica e que algumas "Nice girls" diziam "I'm in Love with your nice voice" e que nos deixou em Junho de 2008.
O "Manel" Pinto Machado, dono de uma escrita fluente e com um humor fino e agradável, nascido a 16 de Novembro de 1943 e que destacou em Dezembro de 2015.
Eles continuam presentes nas nossas memórias.

terça-feira, 14 de novembro de 2017

Almoço OC (14Nov17)

Com uma muito razoável afluência (20 OCeanos) realizou-se hoje mais uma jornada gastronómica. Além dos comensais foi muito notada a presença de alguns decibéis que acompanharam toda a sessão em alto nível não impedindo, no entanto, que várias conversas fossem postas em dia  e uma clarificante troca de impressões sobre a actualidade também tivesse lugar ... informa-se que o Panteão foi mencionado!




a) Para ampliar, "clicar" sobre as imagens;
b) Para aceder às imagens individualizadas e tranferíveis podem seguir esta ligação.

segunda-feira, 13 de novembro de 2017

OCEANOS


Nasce a 13 de Novembro de 1942, ingressa na E. Naval em 1961 e em 1962 destaca para o OC, para a sua lotação. Trata-se do Hipólito Caroço.
Um tipo porreiro, sempre pronto a ajudar o camarada. Pessoalmente só posso estar grato pelo seu comportamento quando foi chamado a render-me.
Passado um tempo depois de ingressar na Reserva resolveu emigrar lá mais para o sul. Sente-se a sua falta nos almoços OCeanicos.
Que passes um feliz aniversário é que o repitas por muitas vezes com saúde e o mesmo espírito.
Um grande Abraço.

domingo, 12 de novembro de 2017

OCEANOS - BAILE


Foi a 12 de Novembro de 1965 que realizamos o nosso Baile de Finalistas da Escola Naval.
Levamos os nossos entes mais queridos na altura, sendo o baile abrilhantado pelo conjunto de Shegundo Galarza.
Uma boa noitada!

sábado, 11 de novembro de 2017

ARMISTÍCIO


Hoje delebra-se o Dia do Armistício (WWI) e também no mundo ocidental o Dia dos Veteranos.
Uma homenagem a todos aqueles que lutaram pela sua Pátria.
Cá pouco realce se dá a esta efeméride!

sexta-feira, 10 de novembro de 2017

Estrangeirismos

Reflexão de um reformado, antiquado e não filólogo.

Não aprecio, antes pelo contrário, que de há uns tempos para cá se venha utilizando de forma crescente, em particular nos meios de comunicação social mas não só, estrangeirismos absolutamente desnecessários na nossa língua materna. Não incluo evidentemente nesta constatação os termos novos, consequentes da evolução científica e tecnológica, para os quais não exista já na língua portuguesa vocábulo que exprima o conceito.
Interrogo-me sobre a razão de tal fenómeno: snobismo, manifestação de cultura (parola…), ignorância, preguiça mental ou qualquer outra?
Recentemente, entre essas pérolas vocabulares que por aí grassam, assentou arraiais o termo “start-ups”, que rapidamente se infiltrou na sociedade portuguesa de tal modo que não há bicho careto de empresário ou candidato a tal, moderno e atirado para a frente, que não o utilize.
Mas o que são as “start-ups”? Ora hoje clarifiquei ideias sobre o seu conteúdo, ao adoptar para consumo próprio a definição dada na última “Visão” pelo Ricardo Araújo Pereira que com a devida vénia não resisto a transcrever:

“… start-ups, que são empresas que abrem, recebem umas injecções de capital, consomem esse capital, e fecham. De vez em quando, uma destas empresas torna-se multimilionária e, em nome de um mundo novo e melhor, adopta todos os procedimentos das empresas multimilionárias do mundo velho e pior, como a tentação do monopolismo e aversão ao pagamento de impostos.”

quinta-feira, 9 de novembro de 2017

Breves encontros OCeânicos


Mais um breve encontro OCeânico aconteceu hoje em Cascais para celebrar o 72º aniversário do JAC e nele se incluiu o habitual almoço, bem como a troca de informações sobre as coisas navais que nos interessam e, naturalmente, o desfile de algumas boas memórias de outros tempos. Com ou sem aniversário, estes breves encontros são realmente muito úteis para a manutenção da nossa boa forma física e psíquica!

José Manuel Alves Correia


Em dia de aniversário é de inteira justiça destacar no nosso blogue o prestígio e a grande reputação internacional do nosso Jota, o mais jovem dos OCeanos, a quem não faltam referências e deferências em relação à sua arte de comandar o ordinateur.
Os saberes, a paciência e a amizade do Jota têm-me sido indispensáveis para suprir as minhas limitações informáticas, o que bem justifica o popular provérbio que nos ensina que os amigos são para as ocasiões. Muito obrigado ao Jota72 e muitos parabéns pelo aniversário!