sexta-feira, 31 de maio de 2019

OCEANOS


Nasce a 31 de Maio de 1942, celebra hoje os seus 77 anos, o António Gomes de Azevedo. Ingressou na E. Naval em 1961 e no ano seguinte recebeu guia de marcha para o OC, pertencendo desde Setembro de 1962 ao quadro dos OCeanos.
Grande Camarada e Amigo sempre pronto a ajudar os outros, ganhou a amizade e consideração de todos os que trabalharam com ele.
Que tenhas um feliz dia e que o repitas  por muitas vezes com saúde e boa disposição
Um Abraço

quarta-feira, 29 de maio de 2019

OCEANOS


29 de Maio de 1964, segundo dia das provas desportivas entre os Cadetes dos veleiros, desta vez a "vela" na categoria de "Snipe".
A tripulação composta pelos OCeanos Simões Lopes e Nuno Mergulhão obtiveram o segundo lugar. Foram batidos pelos italianos do "Corsaro II", aliás os únicos que não eram Cadetes, eram Guardas-Marinha.

terça-feira, 28 de maio de 2019

OCEANOS


Em 28 de Maio de 1964 realizaram-se as provas de natação e remo entre os Cadetes dos vários veleiros que vão participar na regata Lisboa-Bermudas.
Na natação a equipa dos OCeanos ( Camillo Alves, Monteiro Marques, O'Neill e Simões Lopes) conseguiu um 2/o lugar na prova de 4x100 estilos.
Em remo a equipa dos OCeanos foi desclassificada por um abalroamento com os alemães, não consigo recordar todos mas estavam estes: Simões Teles, Sousa Maciel, E. Pratas, Santos Gomes, Vacas de Carvalho, Lobo Varela, Rodrigues da Costa (desculpem-me os outros). Quando do incidente  o L. Varela pegou no remo como se fosse a pá do padeiro e queria amaciar os germânicos, foi difícil mas os outros OCeanos conseguiram neutralizá-lo.

MATÉRIA E ESPÍRITO - Para descontrair

(Em inglês porque só assim funciona)
Um materialista pergunta a um espiritualista:
 - "What is mind?"
Resposta:
 - "No matter"
Por sua vez o espiritualista pergunta:
 - "But what is matter?"
Resposta do meterialista:
 - "Never mind".

(O BANCO DO TEMPO QUE PASSA - Hubert Reeves - Meditações Cósmicas - Gradiva, pág.206)

segunda-feira, 27 de maio de 2019

SAGRES


A 27 de Maio de 1964 a Sagres atraca na Doca da Marinha, aí permanecendo até à véspera da largada para a regata Lisbos-Bermudas.
Neste período  recebeu uma oferta da cerveja Sagres. Foram umas largas dezenas de grades de cerveja descarregadas no convés. Os alemães quando viram isto, ficaram cheios de inveja. De salientar que além desta oferta, o Instituto do Vinho do Porto ofereceu umas centenas de garrafas miniaturas e o Instituto das Conservas ofereceu também umas centenas de latas de conserva variada para se oferecer nos portos americanos.