sábado, 12 de maio de 2018

OCEANOS


A 12 de Maio de 1944 nasce um menino que deu brado na “linha” nomeadamente em Carcavelos, por partir muitos corações das meninas da “linha”. Claro que é refiro ao OCeano João Pires Neves.
Com uma notável carreira polifacetada na Marinha sempre com êxito pelo seu valor.
Agora deverão ser as tias da linha que suspiram à sua passagem, mas ele segue o seu rumo sem desvios.
Que passes um feliz aniversário com os teus e que o repitas muitas vezes.
Um Abraço.

sexta-feira, 11 de maio de 2018

Nas Flores (ilustração da notícia do Speedy)


OCEANOS


A 11 de Maio de 1965 os OCeanos embarcados na Corte Real e na Diogo Cão, na sua viagem de instrução, chegam à Hotta, pela primeira vez.
Na viagem na Sagres, quando de regresso da América, a Sagres contornou a Ilha do Faial e rumou  à ilha das Flores fundeamos.

quinta-feira, 10 de maio de 2018

CORPO DE MARINHEIROS


A 10 de Maio de 1934 é criado o Corpo de Marinheiros, extinguindo-se as Brigadas de Artilheiros, Marinheiros e Mecânicos.
Funcionou no Quartel de Alcântara até ser mudado para a BNL.

quarta-feira, 9 de maio de 2018

AVIAÇÃO


Foi em 9 de Maio de 1918, que se realizou a primeira operação de voo na base de S. Jacinto.
Com a criação da Aviação Naval passou a ser a Estação Aeronaval de S. Jacinto onde ficou instalado a escola de pilotagem da Marinha. Como homenagem a Gago Coutinho passou mais tarde a chamar-se Escola Aeronaval Gago Coutinho.
Todos os Cadetes da classe de Marinha, no fim do primeiro ano do curso iam fazer um estágio de aprendizagem nesta escola. Com a passagem à Força Aérea, a base perdeu o nome Gago Coutinho.

terça-feira, 8 de maio de 2018

O almoço OCeânico do mês de Maio


 (Para ampliar, "clicar" sobre a imagem)

Apesar de continuar a não ser reconhecido como “repórter consagrado”, talvez porque a minha câmara é das baratinhas, vou continuar a esforçar-me para entrar nesse grupo especial e, por isso, aqui deixo o meu apontamento fotográfico do nosso encontro gastronómico-social de hoje, como sempre animado pelos episódios que se evocam e pelas boas histórias que se contam, mas também com muitos lamentos pela ausência deste, pelo silêncio daquele, ou por não se saber do outro. Para a posteridade aqui ficam os meus registos fotográficos dos 13 almoçaristas de hoje.

Almoço de 8.5.2018

Mais um, não muito concorrido, dos nossos encontros gastronómicos.
Para compensar, o convívio foi animadíssimo como sempre e como se pode ver pelas expressões abaixo.
Poucos mas... bons! (passe a imodéstia).
Na falta, uma justificada outras nem tanto, dos repórteres consagrados, aqui vai um
 trabalho de recurso.


CRUZ VERMELHA


Comemora-se a 8 de Maio, o Dia Mundial da Cruz Vermelha.

segunda-feira, 7 de maio de 2018

OCEANOS


Nasce a 7 de Maio de 1944 o futuro OCeano Ferreira da Silva. Ingressou na E. Naval em 1962 depois de um árduo trabalho de recuperação de um acidente quando era um promissor guarda-redes, foi rival daquele outro o Américo do FCP.
Na Marinha teve uma actividade variada. Foi FZE ao comando do DFE8, na Guiné onde para além da sua actividade operacional, foi conhecido pelo seu meio de locomoção, um burro de seu nome Comodoro. Mais tarde dedicou-se a arte da Instrução.
Um Camarada e Amigo excepcional, que grangeou o nosso apreço. Pena que não venha aos almoços OCeanicos, falta que se faz sentir.
Passa um bom dia de aniversário com os teus e que repitas por muitas vezes esta efeméride.
Um grande Abraço.

domingo, 6 de maio de 2018

Proeza!!!


Uma verdadeira proeza ... a vitória de João Sousa no Estoril Open é um marco na história do ténis português. Começando com baixas expectativas foi ultrapassando obstáculos até à final onde bateu o americano Frances Tiafoe (6-4; 6-4). Parabéns João Sousa!!!

COM. SOUSA MACHADO


Nasceu a 6 de Maio de 1926 o nosso Director de Instrução na viagem da Sagres em 1964. Refiro-me ao Comandante Sousa Machado, que quando era Oficial de Dia na Escola Naval previa os Cadetes que viriam ser apanhados “de salto”. Depois foi promovido a Capitão-Tenente e embarcou na Sagres como D. I. Estavamos apreensivos  com o seucomportamento, mas afinal mostrou saber liderar  os Cadetes além deter sido um Camarada para com os OCeanos. Boas tertúlias passamos com ele ao fim da tarde e antes de jantar, no convés. Os seus diálogos  com o P. Leitão, ambos naturais da mesma zona mas de terras rivais, eram momentos deliciosos de entretenimento.
O Sr. Comandante Sousa Machado que tenham feliz dia com os seus e que mantenha o seu espírito como nós o conhecemos.
Um grande Abraço.