terça-feira, 4 de agosto de 2009

Isto é que vai uma crise ...

Li hoje nos jornais que os cinco maiores bancos portugueses (BES, BCP, BPI, CGD e Santander Totta) obtiveram lucros (no primeiro semestre deste ano) de 1 067 milhões de euros o que corresponde a cerca de seis milhões/dia!!!
De notar também que isto significa um aumento de 24% em relação ao mesmo período do ano passado ... para este resultado contribuiu o "péssimo" apuramento do BPI, o pior dos cinco, que apenas lucrou 89 milhões (nem dava para comprar o Cristiano Ronaldo). Diz inocentemente a notícia que este quantitativo é dez vezes mais do que há um ano ... digo eu que este "balúrdio" quer dizer que os lucros deste banco aumentaram 900% (!).
Isto é que vai uma crise ...

9 comentários:

O Jorge Gonçalves disse...

A crise para os bancos é, apenas, terem menores lucros, salvo raras excepções ()casos do BPN e do BPP)

O Ferreira da Silva disse...

Desculpem-me, mas a crise é de falta de vergonha, falta de ética, fata de valoes ... e não de falta de dinheiro que como se pode ver todos os dias pelos jornais, TV´s e rádios há sempre gente que o anda a mostrar.

Os pobres, desprotegidos, desempregados, desqualificados só servem para compor o ramalhete e mostrar ao mundo que "eles" (os políticos, os bancários,os "dirigentes")se preocupam muito com a sua infeliz situação.

O Fernão disse...

BPN e BPP não tivram lucros?
Para onde foi o dinheiro do Antunes?
Para o meu bolço não!

O Orlando Temes de Oliveira disse...

E já agora, onde estão aqueles que criticam tanto que o anterior regime estava nas mãos dos grandes capitalistas? Agora, como se pode dizer e escrever à vontadae (o que já não é mau...), já não é criticável este encher de bolsos dos banqueiros? E até assistimos ao Dr. Ricardo Salgado dizer que o governo vai muito bem.... Pobre País.

O Jorge Gonçalves disse...

"Bolso", Luís. Estou a ver que essa Comissão te está a fazer desaprender o Português! Um abraço

O Jorge Gonçalves disse...

Ò Temes, o Ricardo Espírito Santo Salgado não era teu amigo?

O Fernão disse...

A diferença em relação ao antigamente era que se sabia mas não se podia dizer agora como se pode dizer julgamos que sabemos.
Jorge vê lá o português e recebe um abraço.

O Orlando Temes de Oliveira disse...

Obrigado pela correcção de português.
Quanto ao Dr. Ricardo Salgado ser meu amigo não sei onde o Jorge terá ido buscar a informação..... Na verdade não sou. Verdade é ter-lhe apertado a mão por 3 vezes.
Mas mesmo que fosse meu amigo, não seria isso que me impedia de fazer os comentários que achasse oportunos. De certeza que tenho muitos defeitos, mas esse não.
Mas com estes apontamentos colaterais, a questão de fundo vai sendo disfarçada. Não é verdade Jorge Gonçalves?

O Jorge Gonçalves disse...

É verdade Orlando, mas para resolver a questão de fundo vamos chamar a Drª
MFL...