domingo, 16 de março de 2014

Comemorações do 13 de Março

Realizou-se na sexta-feira no CMN uma sessão comemorativa do "Jantar dos Conjurados", uma das várias actividades que viriam a desembocar na Revolução do 25ABR. A sessão e o respectivo repasto decorreram com a presença de bastantes OCeanos, em contraste com a sessão original, ocorrida ainda no velho clube do Marquês de Pombal, onde apenas um OCeano esteve presente. Adivinhem quem!
Nota: Escrevo com o acordo adoptado pelo Beirão Reis.

2 comentários:

O Jorge Gonçalves disse...

Se calhar quem diz quem...😃

O Fernão disse...

Muitos dos que subscreveram o documento de apoio, por vários motivos, não se encontravam
presentes na referida reunião.
O ato de colocar assinatura nesse documento e em outros anteriores e posteriores, de algum modo, levou a que, na Marinha, se separassem os oficiais em termos de confiança para serem convidados a tomar posições claras sobre a adesão ou não ao MOFA e ás iniciativas que este tomou até se transformar em MFA e liquidar a ditadura.
Assim provavelmente cometeram-se omissões não dando conhecimento do que se passava a muita gente que não alinhava com um regime obsoleto.
Penso que o Allen quer referir o Ita que, tendo estado presente, não concordou com a assinatura pois tinha, e corretamente, a perceção que o Ultramar estava em causa. Pessoalmente, apesar de ter, e com orgulho, sido voluntário para ir para Angola, a partir de 1970 não tinha já quaisquer duvidas que o futuro de Portugal não poderia continuar isoladamente com colonias e que a Democracia obrigaria ao seu fim.
Penso que apesar das dificuldades somos hoje um povo melhor e mais rico material e espiritualmente e que, dentro do quadro democrático, saberemos encontrar soluções mais igualitárias e justas sem necessidade de processos idênticos aos que vivemos de 25 de Abril de 74 a 25 de Novembro de 75 com méritos e culpas para todos os envolvidos.
25 de Abril SEMPRE!