sábado, 16 de dezembro de 2017

Fernando de Sousa Maciel



Ele nunca esconde as suas raizes vianenses ou galaico-durienses e, embora esteja amarrado à mui nobre e sempre invicta cidade do Porto, de vez em quando vem à capital e não perde a oportunidade de rever os amigos e os companheiros de percurso.
Ao contrário de alguns dos nossos Oceanos que se isolam, o Fernando não se afasta. Aproxima-se e mostra-nos a sua boa forma, nem que para isso tenha que fazer mais de 600 quilómetros. Que grande é a satisfação por rever o FSM!

1 comentário:

O Nunes da Cruz disse...

Subscrevo inteiramente o sentir do ARC.
Muito apreciei a deslocação do Maciel e do Serrano para comparecerem ao nosso já tradicional jantar de Natal. Bem hajam.
Bom regresso e não se esqueçam do caminho.