sexta-feira, 18 de abril de 2008

FAZ CADA VEZ MAIS FALTA

Adelino Amaro da Costa faria hoje 65 anos de idade.

Não o estou a ver a meter os papeis para a reforma.

Teria estado a lutar no Parlamento , em uma Autarquia , numa rua , num jornal , numa televisão.

Mas , quem sabe , perante o tão fraco que os políticos hoje são , tão infantil a sede parlamentar , tão bizarro o governo , tão arrogante e com tanta mordomia o poder judicial , tão perigosas as polícias , tão imputável a imprensa , tão pública a corrupção , tão vilipendiados os militares , quem sabe , dizia eu , se Adelino não teria pregado uma novidade à história e se teria exilado , por solução de continuidade da democracia.
Olhe , eu iria consigo , meu Caro.

1 comentário:

O Jorge Beirão Reis disse...

Estou contigo, Manel.
E presto a minha sincera homenagem ao, de longe, melhor Ministro da Defesa Nacional que tivemos (e dizia ele que era apenas ministro das ambulâncias, suponho que por mandar na Cruz Vermelha).
Um abraço.