segunda-feira, 14 de outubro de 2019

ÁLBUM FOTOGRÁFICO


Lisboa - Museu Militar
O Pátio dos Canhões do Museu Militar de Lisboa, que aloja a mais importante colecção de peças de artilharia portuguesa, tem as suas paredes revestidas por 27 painéis de azulejos pintados na década de 1940 por José Estevão Cancela de Victória Pereira. São 14.434 azulejos pintados a azul e branco que representam figuras e episódios da História Militar portuguesa. Um dos painéis, com 35 azulejos, retrata o 1º Tenente José Botelho de Carvalho Araújo, comandante do caça-minas Augusto de Castilho, que morreu em combate no dia 14 de Outubro de 1918, quando enfrentou o submarino alemão U-139 comandado por Lothar von Arnauld de la Perière, conhecido como o “ás dos ases”.
Menos de um mês depois, no dia 11 de Novembro terminava a guerra. Hoje perfazem-se 101 anos sobre a data em que aconteceu esse combate no mar dos Açores, quando o Augusto de Castilho navegava entre o Funchal e Ponta Delgada dando protecção ao vapor São Miguel.

Ninguém comentou esta onda