segunda-feira, 10 de março de 2008

DEFESA

A pedido do MPM aqui vai:



6 comentários:

O velho do Restelo disse...

Alguém quer decifrar o alcance de tal decisão?

O Bastos Moreira disse...

Isto aplica-se a quem já está reformado?

O Montalvão disse...

Caros Amigos
Para mim o complemento era algo que o Fundo de Pensões "fornecia" para que a pensão não descesse abaixo dos 80% da retribuição do activo ou da reserva.
Está tudo marado...!
O que é isto??????
Ils sont fous.....
Um abraço
Jaime Montalvão

O MPM disse...

Perguntem ao Jorge C. Jacinto que ele sabe tudo sobre esta matéria

O Fernão disse...

Trata-se de revogar a Lei "25/2000.Esta lei clarificava que o cálculo dos complementos de pensão era feito sobre valores iliquido de descontos. Na prática, na reforma ganhava-se mais 10% do que no activo pois deixa de se pagar aquele valor para a CGA.
Como a lei não era cumprida fica tudo como estava.Mas vão ter que pagar de 2000 até à revogação.Provavelmente no nosso curso não deve haver ninguém que já tivesse direito. Se houver é dizer para a ASMIR.

O J Lourenço Gonçalves disse...

Eu, pelo menos estou nessa situação pois sou reformado, salvo erro, desde a Lei dos Coronéis que é anterior a 2000.