segunda-feira, 14 de julho de 2008

PRESTÍGIO PARA PORTUGAL

O deputado do CDS José Ribeiro e Castro escreveu ao Presidente do Parlamento Europeu, o alemão Hans-Gert Pöttering, propondo que a Biblioteca passe a denominar-se "Biblioteca Francisco Lucas Pires". Ribeiro e Castro convidou para co-autores desta iniciativa os antigos Presidentes do Parlamento Enrique Barón Crespo (socialista espanhol, grupo PSE) e Nicole Fontaine (democrata- cristã francesa, grupo PPE-DE), colegas de Lucas Pires no período em que este foi deputado ao Parlamento Europeu. A iniciativa da proposta concretizada em Estrasburgo, seguiu-se a outras diligências anteriores de consultas e sensibilização.

A carta enviada destaca que "Francisco Lucas Pires contribuiu decisivamente para a afirmação e aprofundamento do ideal europeu e, também, para a definição e desenvolvimento do projecto e do carácter da União Europeia. Lucas Pires conta-se, sem dúvida entre os parlamentares europeus mais notáveis. Infelizmente, morreu ainda muito jovem. Mas aqueles que o conheceram e que com ele trabalharam não têm qualquer dúvida: Francisco Lucas Pires era um homem brilhante, um político europeu empenhado, um intelectual de dimensão excepcional."

Dirigindo-se a Hans-Gert Pöttering, os autores da proposta, afirmam que "a marca imperecível deixada por Francisco Lucas Pires no pensamento e na construção europeias merecem ser honradas de maneira digna e adequada pelo Parlamento Europeu em que tanto se distinguiu. Como professor universitário e escritor da Política e do Direito que também era, acreditamos que dar o nome de Francisco Lucas Pires a uma biblioteca do nosso Parlamento seria uma homenagem justa e apropriada para celebrar em permanência a sua figura de político notável, intelectual reputado e jurista esclarecido."

Ninguém comentou esta onda