quinta-feira, 19 de março de 2009

Mais do mesmo


O ministro das Forças Armadas foi a Viana encomendar 500 milhões de euros de navios; desta vez lanchas de fiscalização costeira, na terminologia usada no jornal. O contrato prevê a construção de treze navios nos próximos cinco anos, o que se afigura fenomenal uma vez que nos últimos cinco não conseguiram construir nenhum... Como de costume houve uma redução na encomenda dos patrulhões, que agora serão seis. Diz o ministro que foi um replaneamento ajustado às novas missões da Marinha! Quais novas missões? Mudaram desde a semana passada? Apertado quanto ao atraso dos patrulhões, reconheceu o atraso que se ficou a dever à necessidade de afinar detalhes técnicos... Agora o primeiro já só será entregue em Janeiro e o outro... seis meses seis, depois !

Pormenor a ter em conta: o projecto das lanchas vai ser desenvolvido por um estaleiro alemão. Parece então que há todo um filme a rever. Não se aprende nada neste país.

1 comentário:

O LSN disse...

E o filme é de terror!!!