sexta-feira, 17 de abril de 2009

Boca





O prazo para a execução das obras do Terreiro do Paço já foi às urtigas. Encontraram restos da muralha de contenção da Ribeira das Naus no trajecto da conduta de água que a EPAL está a construir! Segue-se a discussão do costume sobre a preservação do achado e abrandam os trabalhos. Isto é a alegria do empreiteiro, o alibi do político, uma dor de cabeça para a EPAL e o castigo do Zé Pagante. Quanto a transtornos no trânsito, depois de dez anos de obras já não contam.

Ninguém comentou esta onda