quarta-feira, 14 de outubro de 2015

EFEMÉRIDES NAVAIS

(A guarnição do "Augusto de Castilho")

A 14 de Outubro de 1918, o caça-minas Augusto de Castilho entrou em combate com o submarino alemão U-139, para proteger o navio mercante S. Miguel que estava a ser escoltado. Como consequências do combate o Augusto de Castilho foi afundado tendo morrido alguns elementos da sua guarnição entre os quais o seu comandante Primeiro-tenente Carvalho Araújo. O navio S.Miguel conseguiu escapar ileso.

2 comentários:

O Curso OC disse...

Recebido o seguinte comentário:
"Já agora para que conste no combate morreram também
6431 telegrafista Elísio Martins da Nova
443 A 2º fog. Manuel Joaquim de Oliveira
499 A chegador Manuel Tomé
305 A 2º mar. Manuel da Cruz Branco
ficaram ainda feridos no combate
939 2º S/art José Ribeiro Nobre
2723 1º art. José R. Manteigueiro
5242 2º art. José Francisco Martins
5080 2º art. Manuel da Silva Sousa
5119 2º art. José da Rocha
447 2º S7 man. Manuel Roque
1599 mar. José Maria
3350 1º mar. Francisco António Vicente
2926 1º mar. Gregório
4075 1º gr. Manuel de Freitas
4750 2º mar Francisco Pires Louro
607 Despenseiro João Loureiro
3701 2º mar. Álvaro Madeira
457 A 1º S. c/ maq António Francisco Borges
306 A 2º fog. José Pereira Constâncio
420 A 2º fog. Francisco Alexandre
372 A 2º mar. João Pereira de Melo

Um outro dado curioso acerca desta guarnição é de que um dos sobreviventes ( perdi o registo do seu nome) escreveu, pouco depois do 25 de Abril, para a D.S.P. 2ª Rep. informando receber uma pensão, pela participação no combate e pelas várias condecorações recebidas ( desfilara inclusive no carro do PR em Lisboa) cujo montante não dava, ao tempo, para comprar um dos maços de cigarros que então eu fumava. Num processo que se arrastou por alguns anos e que teve a intervenção do PR ( ele também militar) foi-lhe concedida uma pensão que, embora bastante maior, era contudo bem inferior à atribuida aos familiares dos políticos falecidos recentemente durante uma campanha eleitoral.
DITOSA PÁTRIA ( que tais enteados tem )
Abraço amigo
E. Gomes"

O A.R.Costa disse...

São sempre muito oportunos e eruditos os contributos do nosso camarada C.E.G. Por isso, aqui lhe deixo o meu reconhecido agradecimento: Muito Obrigado!