quarta-feira, 11 de março de 2009

Pessimismo ou lucidez?



Pode ser que Medina Carreira suscite uma gargalhada à Voltaire (Cândido) ou um calafrio à Edgar Allan Poe (A Queda da Casa de Usher). Uma coisa é certa: não nos deixa indiferentes. Nada se perde em prestar atenção ao que ele diz: é muito do que alguns pensam, mas não querem, não podem ou não se atrevem a dizer. No fundo, é muito ténue a fronteira entre o pessimismo e a lucidez. 
A quem não o viu e ouviu, recomendo uma visita ao blogue "Sorumbático".


Ninguém comentou esta onda