domingo, 8 de março de 2009

Submarinos

Enquanto eminentes estrategas portugueses continuam a pôr em questão a construção de submarinos, em Espanha é anunciado o início da construção do terceiro, de uma série de quatro, submarino da classe S-80. Recordo que foi em 2003 que, com carácter prioritário, o governo os mandou adquirir, para manter a liberdade de acção e mobilidade da Força Naval, devendo ser de propulsão independente da atmosfera (AIP) e com capacidade de lançamento de mísseis contra terra. As missões são: Projecção de poder naval, operações especiais, protecção de uma força desembarcada, vigilância, protecção de força naval e dissuasão.
Obviamente que não pediram a opinião do Cadilhe...

Ninguém comentou esta onda