domingo, 8 de março de 2009

A crise

Li hoje, na edição "on-line" do Correio da Manhã, que a crise está a afectar seriamente o sector imobiliário. Parece que sim, que as coisas estão complicadas para alguns que não vendem nada. Mas vejamos um caso concreto apresentado naquele jornal. Numa urbanização de luxo na zona de Portimão, e porque o investidor não as consegue negociar, estão à venda por 350 000 € dezenas de habitações avaliadas em mais de 600 000 €. E, continua o periódico, o promotor "precisa de vender para facturar e está disposto a perder algum do lucro que iria ter com a venda das casas". Esta situação é "explicada" ao CM pelo senhor Pascoal Santos, um perito na área, director da Remax Sun na praia da Rocha, o qual não tem dúvidas de que "esta é a melhor altura para investir para quem tem dinheiro disponível".
No meio disto tudo fico um pouco baralhado ... então o "promotor", coitado, está a vender casas de 600 000 por 350 000 e ainda tem lucros? Que crise é esta? De ganância não é, certamente!!!

1 comentário:

O J.N.Barbosa disse...

Sempre foi assim. Os nossos "empresários" quando falam em prejuizos querem dizer menos lucro...