sábado, 11 de abril de 2009

E os Fuzileiros?

A última cimeira da NATO teve uma efectiva importância e dela ressaltou a necessidade de um novo empenhamento no Afeganistão, reforçando a presença militar aliada. Apesar desta estratégia ter o consenso dos europeus a resposta foi tímida e Portugal,apesar de tudo, lá disse que dava uma companhia. Segundo Severiano, esta é a única forma de estarmos presentes na primeira linha da Aliança. Pois bem, não será altura de enviar uma unidade de fuzileiros para o teatro Afegão? Nestes cerca de quinze anos que levamos de missões militares no exterior os fuzileiros só participaram, a muito custo e por curtos períodos, na Bósnia e em Timor. É incompreensível e prejudicial privá-los desta experiência hoje em dia indispensável e motivadora. Esperemos para ver o que faz este alto comando tão conjunto e moderno...

3 comentários:

O LSN disse...

E no Congo?

O Manel disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
O Manel disse...

É preciso ter em conta que o nosso governo , nomeadamente o ministro , só mandam forças para sitios onde eles tambem lá possam ir no Natal , num ridiculo camuflado e com uma boina saco de batatas.
se destacarem os Fuzos , estes não se ficam em locais de bandeira e assim não proiporcionam a passeata politico-gargalhosa