quinta-feira, 13 de setembro de 2012

Alvos de um "logro"


As recentes medidas de austeridade anunciadas pelo nosso governo tem sido amplamente criticadas, recolhendo protestos de praticamente todos os sectores da nossa sociedade (não me lembro de uma tão clara e completa (quase) unanimidade). Até esta senhora, Manuela Ferreira Leite e ex-ministra das Finanças, se insurge. Para ler a sua posição, nomeadamente no que diz respeito aos pensionistas e reformados, podem "clicar" aqui. Sublinho o que ela diz: o que está a acontecer aos reformados é pior do que "o conto do vigário".

1 comentário:

O Ferreira da Silva disse...

Vi e ouvi e voltei a ver e ouvir a entrevista da senhora.
O que ela disse em relação aos roubo que se está a fazer em relação aos reformados não é mais do que uma confirmação do que eu pensava. Na realidade a minha reforma não é mais do que o resultado do que eu capitalizei ao longo de mais de 47 anos de trabalho (49 com os dois anos de comissão no ultramar que também contam, mas que eu paguei. o contrato que fz com o estado esta a ser violado e é caso para os tribunais.
Mas retive também uma outra opinião sobre o controle da tesouraria das empresas e pensei que o srs Gaspar e companhia começam a mostrar tiques que se aproximam muito da de alguns regimes que já conhecemos por estas bandas e dos que governaram os paises de Leste durante parte do século vinte.
Também a referência que fez às classes médias e à sua visão socia-democrata me chamaram a atenção.
Fico a pensar que o PSD e o país perderam uma oportunidade de serem governados por alguém capaz de ajudar a criar um futuro para este país. E digo isto não concordando com muitas das coisas que a estrevistada fez e tem dito ao longo dos muitos anos em que tem participado na política do país