terça-feira, 11 de setembro de 2012

Tudo isto é um bocadinho...


(Imagem da TVI, via Público on-line)

Um carro da segurança do ministro Aguiar Hífen Branco estava "um bocadinho" mal estacionado no passeio em frente do escritório de advocacia do Porto onde o senhor vai "um bocadinho", de vez em quando. É tudo "um bocadinho" estranho, mas há sempre quem repare "um bocadinho" nestas coisas. Um colega parou "um bocadinho" no local e fotografou a viatura. Foi "um bocadinho" interpelado pelos agentes da PSP, que o identificaram e o deixaram ir em paz e sossego daí a "um bocadinho". Uma história que se conta "num bocadinho", mas que me deixa "um bocadinho" a pensar no que possa significar ser "um bocadinho" ministro e "um bocadinho" advogado ...

4 comentários:

O Manel disse...

Magnífico

O Ferreira da Silva disse...

Bocadinho a bocadinho quem se lixa é sempre o mexilhão.
Alguém num dos noticiários que ouvi quando vinha a guiar dizia-nos que os que trabalham em Portugal o fazem 8 meses para o governo e só um bocadinho de 4 meses para si.

O Fernão disse...

O homem não pode viver só com o vencimento de ministro; sem direito a reforma quase imediata e ainda por cima cortado de dois meses, - 10%, - 18% de segurança social e no escalão máximo do IRS como se fosse um vulgar Comandante da Marinha.
Se assim fosse como poderia ter tranquilidade para meditar sobre a Defesa Nacional e já não ponho a hipótese de ter que agir? Tem que ter um "bocadinho" de apoio de outros lados.

O Gago disse...

Nos tempos do botinhas nem um bocadinho mais estava no governo.
Fazia as malas num bocadinho...