sábado, 25 de abril de 2020

VIVA O 25 DE ABRIL


O 25 de Abril de 1974 aconteceu há 46 anos e foi o dia da restauração da liberdade. Os mais novos não sabem o que é viver sem liberdade e sem democracia, enquanto alguns dos mais velhos parece terem esquecido como era viver em ditadura. Aqui saúdo o 25 de Abril com o rosto do jornal República de 26 de Abril de 1974 e com um poema de Sophia de Mello Breyner.

Esta é a madrugada que eu esperava
O dia inicial inteiro e limpo
Onde emergimos da noite e do silêncio
E livres habitamos a substância do tempo

Viva o 25 de Abril!

6 comentários:

O Luís Silva Nunes disse...

Também dou vivas ao 25 de Abril ... 25 de Abril sempre!

O Jorge Gonçalves disse...

25 de Abril, sempre!

O Jorge Gonçalves disse...

LIBERDADE (Sérgio Godinho)

Viemos com o peso do passado e da semente
Esperar tantos anos torna tudo mais urgente
e a sede de uma espera só se estanca na torrente
e a sede de uma espera só se estanca na torrente

Vivemos tantos anos a falar pela calada
Só se pode querer tudo quando não se teve nada
Só quer a vida cheia quem teve a vida parada
Só quer a vida cheia quem teve a vida parada

Só há liberdade a sério quando houver
A paz, o pão
habitação
saúde, educação

Só há liberdade a sério quando houver
Liberdade de mudar e decidir
quando pertencer ao povo o que o povo produzir

um RECADO AOS DEPUTADOS DA ASSEMBLEIA DA REPÚBLICA

O Nunes da Cruz disse...

E que sempre seja, há-de ser, enquanto a Terra girar à volta do Sol!

O Fernão disse...

Liberdade Igualdade Fraternidade 25 de Abril de 1974 SEMPRE!

O Jorge Gonçalves disse...

Ó Fernão, não quererias antes datar de 1789, quando se iniciou a Revolução Francesa? :-)