quinta-feira, 7 de fevereiro de 2008

OS "NOSSOS CHEFES"

Muito gostava de saber o que disseram os Chefes Militares (ainda vou escrevendo com letra grande) quando o ministro(?) se meteu no programa das comemorações do regicídio e desconsiderou-os , com um despacho contraditorio ás ordens que tinham sido emitidas.

E já agora pergunto se será competência de um ministro meter-se em tais assuntos (actuação das bandas ????) e o que aconteceria se os Chefes mantivessem as suas legitimas ordens?

1 comentário:

O Jorge Beirão Reis disse...

Deixavam de ser chefes, naturalmente! Ou, numa alternativa menos provável, o outro deixaria de ser ministro.

Será que existe um Comandante Supremo das Forças Armadas? Ou faz de conta? Se existe, não é ele que manda nas Forças Armadas?

Que grande confusão existe na minha cabeça!