segunda-feira, 4 de fevereiro de 2008

Reciclagem

O chefe dos serviços secretos da Hungria, que estudou seis anos na academia do KGB, em Moscovo, tornou-se agora no presidente do Comité de Informações da NATO! É um cargo rotativo com a duração de um ano, mas já está tudo nervoso. Distrairam-se ou a espionagem já não é o que era. O que é certo é que nesta nova conjuntura internacional as lealdades dos membros da NATO tem flutuado muito consoante o conflito em curso e, com a entrada dos novos membros,haverá ainda muito sapo vivo a engolir.

Ninguém comentou esta onda