quinta-feira, 28 de janeiro de 2010

Claro como a água cristalina da fonte!

Interrogado por um jornalista se o governo pensava seguir o exemplo dos seus comparsas Irlandeses que reduziram os seus ordenados, o ministro Teixeira do Santos (por cá alguns dizem que ó o melhor ministro, na Europa parece que é considerado o pior ministro das finanças da UE) disse que ainda não tinham pensado nisso, mas que se fosse necessário estaria disposto a reduzir o seu salário. Claro que nunca vai ser necessário! Não é a migalha de umas dezenas de milhares de euros retirados dos ordenados dos ministros e secretários de estado que vai resolver o deficit.

O que eu acho de muito significativo nas suas palavras é que o homem, que já leva mais de quatro anos de governo e que devia ter percebido alguma coisa do que é ser líder e governante, ainda nem percebeu que o exemplo tem de vir de cima! E são estes tipos que nos governam!

5 comentários:

O Nunes da Cruz disse...

Selva, bateste num ponto muito sensível e crucial.
Mais que palavras, leis ou intenções, o EXEMPLO é o guia por excelência dos comportamentos e posicionamentos das pessoas. E tanto mais quanto de mais alto vierem, quer para o bem quer para o mal.
Ora em matéria de exemplos, os que os nossos "maiores" nos têm prodigalizado nos últimos tempos, não são de aconselhar nem aos nossos inimigos.

O 403 d'62 disse...

Então e o Frei Tomás???...

O Ramiro Soares Rodrigues disse...

Cruz, concordo inteiramente contigo. Só não sei, é se os nossos "maiores" comungam dos mesmos padrões de valores morais e éticos. Por aquilo que me é permitido ver, estou bem em querer que não. Tudo o que se sabe e vê aponta nesse sentido

O Nunes da Cruz disse...

Ramiro: continuamos a concordar!

O Allen disse...

Oh Selva, não vejo nenhuma incompatibilidade em ser o melhor do Governo e o pior da Europa