quinta-feira, 5 de março de 2009

Resultados de 2008

Cá volto ao meu "assunto de estimação"....
Como devem ter escutado e lido os resultados de 2008 das empresas Galp e EDP forma substancialmente superiore aos do anos anterior. Magnífico,ouvi eu, as empresas estavam em contra-ciclo em relação á economia portuguesa!Estupendo dizem os respectivos presidentes dos CA!
Mas depois de tanta alegria verifico que estes lucros são feitos à custa das vendas às empresas e cidadãos do nosso País a quem se tem pedido toda a sorte de sacrifícios. Ou seja em tempo de crise a Galp e a EDP estão dispensadas e podem "engordar" à custa daqueles que pagam a crise. Então não é verdade que a energia é o factor de produção bastante significativo nas nossa empresas e no orçamento familiar (transportes colectivos e individuais). E verifico que o Governo e partidos (à excepção do PCP) acham bem pois o ministro das Finanças, tão lesto a chamar a atenção de que o cidadão não pode ficar a dever um euro ao fisco, está calado (pode ser que seja do cançaso de ter ido à Cimeira em lugar do 1º Ministro) que nem um ratito. Se tiveram lucros desta dimensão quer dizer que poderiam ter colocado a energia mais barato ao consumidor e assim minorar um pouco a crise.
Isto de ser mal enganado não é nada adequado para a minha idade. E para a vossa?

4 comentários:

O LSN disse...

Os lucros são de facto obscenos!!! Só no último trimestre do ano passado a GALP teve um aumento de lucros de cerca de 200% em relação ao mesmo período de 2007. E depois ainda dizem que não houve grossa trafulhice nos preços dos combustíveis ... é preciso ter muita lata!!!

O J.N.Barbosa disse...

E reparem que grande parte dos lucros foi por causa da diferença de velocidade entre a baixa na origem e a baixa na nossa bomba...

O J. Henriques disse...

E o Robin dos Bosques que nunca mais chega!

O Orlando Temes de Oliveira disse...

Peço desculpa aos oceanos pelas calinadas de escrita dadas no meu texto, nomeadamente na palavra "cansaço". A única desculpa que me ocorre é a irritação em que estava quando o escrevi e não ter revisto .......acho que não pega, mas...