quinta-feira, 31 de julho de 2008

A crise deles


A Exxon Mobil anúnciou ter arrecadado no segundo trimestre deste ano 11.64 mil milhões de dólares, o que constitui o máximo de sempre de uma companhia americana. O lucro subiu, assim, 40% em relação ao trimestre homólogo do ano passado. Por sua vez, a Shell declarou ter tido um aumento de lucros de 33% apesar de a produção ter diminuido... Comentários para quê? Quem sabe é o Alberto João; ao menos desta vez acertou!

1 comentário:

O Orlando Temes de Oliveira disse...

Tantas cabeças bem pensantes preocupadas com outros assuntos e que sobre este verdadeiro escandalo nada dizem! Pelos vistos a nossa Galp está "na onda".Mais que provado que o aumento dos preços de combústivel (nas bombas) não se deve ao aumento do preço do crude, mas sim ao facto dos accionistas das petroliferas estarem a ganhar muito mais.
E já agora expliquem lá isto: se foi sendo evocado que as compras de crude é em "futuros" é natural que hoje se esteja a consumir os productos refinados a partir do crude comprado ao preço mais alto (quando estava a mais de 150 doll). Então, porque porque baixou o preço ao público, se o crude comprado hoje a 121 doll (futuros)só será refinado daqui a uns meses. Não cheira a "aldrabice". E depois o presidente da Galp queixa-se que não gosta que lhe chamem ladrão (entrevista ao Público em 28 Junho)