domingo, 27 de julho de 2008

As "barracas" do Marcelo.

Quando ouço este figurão da nossa praça vem-me sempre à memória o "doutor da mula ruça". Este conselheiro de Estado (!) e "comentador" encartado debita sobre tudo e sobre todos, dando notas a torto e a direito, usando o seu púlpito semanal (na televisão pública, à nossa custa) como rampa de lançamento para a sua futura candidatura à presidência da república. Já me tinha habituado à vacuidade, imprecisão, ligeireza e ambiguidade com que analisa alguns acontecimentos, por vezes complexos, sempre com ar sábio e definitivo, mas pensava que na sua área, o Direito, as suas "bocas" eram dignas de registo e estavam correctas na generalidade. Parece que me enganei. Hoje dei com este documento (na blogosfera), que vos convido a visitar, onde a sua sapiência, neste domínio, é também posta em causa. Um verdadeiro mimo!
Eis a frase introdutória do acima citado documento:
"Não me refiro obviamente à baixa política, na qual Marcelo não tem rival: no que é infinitamente pequeno ele demonstra toda a sua grandeza."
Vale a pena ler tudo e dar um saltinho às ligações lá indicadas.

2 comentários:

O Manel disse...

Pois. Talvez pedir ao cavaco para lhe dizer a frase do Rei

O J Lourenço Gonçalves disse...

Era bem aplicada, pois a jactância é tão grande que até enoja!