segunda-feira, 11 de junho de 2007

Almirante Charles Napier (2)

«No dia 27, tendo formado o meu estado-maior,tomei posse do cargo de major general no arsenal da marinha que é o mais completo e o mais sólido estabelecimento que jamais vi. Foi edificado,bem como a maior parte de outros magnífico estabelecimentos, pelo Marquês de Pombal. Os armazéns são espaçosos, bem construidos e bem arranjados, com magníficos repartimentos para maçame e velame, e uma das mais belas salas de risco de todo o mundo, onde estudam os mancebos que se destinam à navegação. (...) Havia duas carreiras, uma ocupada por uma corveta, quase concluida, e a outra por uma nau de linha em considerável adiantamento, a quilha desta foi posta na carreira há mais de dez anos, e a parte inferior bem principia a dizer que apodrecerá, antes de concluida a superior. Há também uma magnífica doca meia cheia de lodo. E as portas, eram demasiadamente fracas para resistir à impressão da água, e havia alguns anos que a tinham deixado naquele estado.»

3 comentários:

O J. Teixeira de Aguilar disse...

Tens a certeza de que o homem escrevia "maçame" em vez de "massame"?

O J.N.Barbosa disse...

É a grafia usada nesta edição.

O 403 d'62 disse...

O "maçame" dele teria talvez como origem a maçada que seria trabalhar com e nesta piolheira..