quarta-feira, 13 de junho de 2007

Almirante Charles Napier (4)

« O primeiro defeito pode-se atribuir ao sistema de admitir nas diferentes oficinas um imenso número de aprendizes, que não têm obrigação de ter ferramenta sua, e depois de andarem a brincar, dormir e fazer ratonices por um número de anos, são admitidos como oficiais. O segundo defeito era devido à irregularidade dos pagamentos. Tinham então muitos meses de atraso e proporcionavam o seu trabalho ao pagamento. Achei necessidade de passar em claro, por então, aqueles atrasados, e principiar outra conta desde a tomada de Lisboa. Prometi-lhes pagamento regular e exigi trabalho regular,ou serem despedidos do arsenal. Debaixo do antigo sistema trabalhavam quando queriam; uns vinham três, outros quatro, outros cinco dias na semana. Também se admitiam meios dias, o que conduzia a toda a sorte de abusos. Encontravam-se individuos a dormir aqui e acolá em todas as direcções, e se eram descobertos era provável que não trabalhavam naquele dia, ou em todo o caso, assim o diziam. O sistema de tomar o ponto também conduzia a todas as espécies de irregularidades; dava-se um risco adiante dos nomes dos que se achavam presentes, e os dos ausentes ficavam em branco, de maneira que os apontadores podiam introduzir os seus nomes à vontade, e, com toda a probabilidade, iam de partilha com os ausentes. Estou muito inclinado a crer que isto era assim pela grande oposição que encontrei na mudança. Todas as manhãs se apresentava ao major-general um mapa assinado pelo inspector, do número de homens no trabalho e onde eram empregados; mas ainda que isto era a coisa mais asseada que é possível (os portugueses são famosos para fazer mapas),ele não continha uma só palavra que fosse verdade; e eu e toda a repartição trabalhámos durante três mêses para obter uma conta exacta.»

1 comentário:

O Jorge Beirão Reis disse...

Não há dúvida nenhuma que o Arsenal do Alfeite (e mesmo os estaleiros civis) foram sempre e continuam a ser muito melhores, sob todos os pontos de vista, que o Arsenal de Marinha aqui descrito.
Raça Pestilenta?